Modelo de análise PEST

Existem muitos fatores externos que podem afetar o desempenho da sua empresa. Uma análise PEST ajuda a avaliar os fatores políticos, econômicos, socioculturais e tecnológicos que podem afetar os negócios, para que sua empresa esteja preparada caso eles se manifestem.

Crie o seu modelo

Cadastre-se para criar o seu próprio modelo.

RECURSOS INTEGRADOS

project-view iconVisualizações de projetoportfolio iconPortfóliosproject iconProjetosfield-add iconCampos personalizados

Recommended apps

Logotipo do Google Workspace
Google Workspace
Dropbox
Dropbox
Ícone do Microsoft Teams
Microsoft Teams
Logotipo do Slack
Slack

Compartilhar
facebookx-twitterlinkedin

Quando o mundo começa a se transformar ao redor da sua empresa, é importante que sua equipe se prepare para as mudanças mais desafiadoras. A melhor maneira de iniciar esse processo é usando um modelo de análise PEST.

O que é uma análise PEST?

Uma análise PEST é uma ferramenta de pesquisa que ajuda você e sua equipe a analisarem quaisquer fatores externos que possam afetar os negócios.

O que significa “PEST”?

PEST é uma sigla em inglês para “político, econômico, sociocultural e tecnológico”. Esses são os fatores externos que a sua equipe deve considerar ao tomar decisões de negócios. Você também pode se deparar com “PESTEL”, que inclui questões ambientais e legais além das quatro áreas mencionadas anteriormente.

O que é um modelo de análise PEST?

Trata-se de um esquema reutilizável que a sua equipe pode usar para realizar regularmente uma análise PEST. Use o modelo sempre que a equipe precisar fazer uma nova análise PEST, seja para a expansão de um produto, uma mudança no mercado ou mesmo ao monitorar proativamente o ambiente de negócios externo. 

Com um modelo de análise PEST, a sua equipe obtém um relatório uniforme sempre que realizar uma nova análise. Quando elaborado de maneira consistente, a sua equipe pode começar a acompanhar as tendências nos cenários abordados e se antecipar a quaisquer problemas conjunturais futuros.

Como usar um modelo de análise PEST? 

Normalmente, um modelo de análise PEST contém uma seção para cada letra da sigla e pode ser elaborado em estilo quadrante ou como quadro Kanban. Um gestor de projetos duplica o modelo de análise PEST e usa a cópia como um novo quadro para debate criativo. Em seguida, os membros da equipe podem adicionar riscos potenciais às seções ou colunas correspondentes. Por exemplo, alguém da equipe pode adicionar uma nova legislação que afeta a sua empresa na coluna “Política”. 

Recursos integrados

  • Visualização de quadro. Trata-se de uma visualização tipo quadro Kanban que exibe as informações do projeto em colunas. As colunas são geralmente organizadas pelo status do trabalho (como a fazer, em andamento e concluído), mas os títulos das colunas podem ser adaptados de acordo com as necessidades do projeto. Dentro de cada coluna, as tarefas são exibidas como cartões que incluem uma variedade de informações relacionadas a elas, como o título da tarefa, a data de conclusão e campos personalizados. Acompanhe o trabalho à medida que avança pelos estágios e obtenha uma percepção geral e instantânea da situação do projeto.

  • Portfólios. Os portfólios facilitam a organização e o monitoramento dos vários projetos da sua equipe em uma única visualização. Obtenha uma visão abrangente de como progridem todos os seus projetos e aprofunde-se quando quiser obter mais detalhes para lidar com os riscos identificados. Além disso, você pode compartilhar o ponto da situação entre os programas e manter as partes interessadas a par de tudo sem precisar agendar reuniões de atualização de status.

  • Visão geral do projeto. A visão geral do projeto concentra as informações mais importantes em termos de contexto. Dê à sua equipe uma visão panorâmica do projeto: do que se trata, como deve funcionar e por quê. Adicione uma descrição do projeto para determinar a forma como a equipe utilizará a Asana para colaborar. Depois, compartilhe informações de contexto e recursos importantes, como detalhes de reuniões, canais de comunicação e o brief do projeto, tudo em um único lugar.

  • Campos personalizados. Os campos personalizados são a melhor maneira de marcar, ordenar e filtrar o trabalho. Crie campos personalizados específicos para monitorar qualquer tipo de informação: prioridade, status, e-mail, número de telefone, etc. Utilize os campos personalizados para ordenar e agendar os seus afazeres de maneira a saber o que deve ser feito primeiro. Além disso, é possível compartilhar os mesmos campos personalizados em diferentes tarefas e projetos para manter a consistência em toda a organização.

Aplicativos recomendados

  • Google Workplace. Anexe arquivos diretamente a tarefas na Asana com o seletor de arquivos do Google Workplace, já integrado ao painel de tarefas da Asana. Em poucos cliques, é possível anexar qualquer arquivo do Meu Drive.

  • Dropbox. Anexe arquivos diretamente às tarefas na Asana com o seletor de arquivos do Dropbox, já integrado ao painel de tarefas da Asana.

  • Microsoft Teams. Com a integração entre o Microsoft Teams e a Asana, é possível buscar pelas informações necessárias sem sair do Teams. Conecte facilmente as conversas do Teams a itens realizáveis na Asana. Além disso, crie, atribua e visualize tarefas durante uma reunião do Teams sem precisar abrir o navegador.

  • Slack. Converta ideias, solicitações de trabalho e coisas a fazer do Slack em tarefas e comentários monitoráveis na Asana. Transforme breves perguntas e afazeres em tarefas com atribuição de responsáveis e datas de conclusão. Registre os trabalhos e afazeres com facilidade para que eles não fiquem perdidos no Slack.

Perguntas frequentes

Como criar uma análise PEST?

A melhor maneira de criar uma análise PEST é começar por um modelo numa ferramenta de gestão do trabalho colaborativa. Dessa forma, toda a sua equipe pode colaborar e adicionar informações à sua análise digitalmente, e o seu trabalho será documentado e salvo no mesmo lugar. Depois de duplicar o modelo de análise PEST, a equipe pode adicionar riscos conjunturais às seções correspondentes da análise PEST.

O que significa “PEST”?

PEST significa “político, econômico, sociocultural e tecnológico”. Você também pode se deparar com o mesmo conceito mencionado como “PESTEL”, que inclui ainda questões legais e ambientais além dos quatro fatores anteriores.

Qual é a diferença entre as análises PEST e SWOT?

Uma análise PEST identifica os principais fatores externos que podem afetar a forma como se conduzem os negócios. Uma análise SWOT é usada para identificar os pontos fortes e fracos do seu negócio atual. Ambas podem (e devem!) ser usadas para elaborar e desenvolver a estratégia de longo prazo da sua equipe.

Crie modelos com a Asana

Saiba como criar um modelo personalizável na Asana. Comece hoje mesmo.

Comece já