Modelo de plano de desenvolvimento profissional

Ficou ainda mais fácil dar apoio à sua equipe. Crie um modelo de plano de desenvolvimento profissional que ajudará você a definir metas profissionais e a elaborar um plano de ação para alcançá-las.

Crie o seu modelo

Cadastre-se para criar o seu próprio modelo.

RECURSOS INTEGRADOS

project-view iconVisualizações de projetogoal iconMetasproject iconProjetosfield-add iconCampos personalizados

Recommended apps

Ícone do Microsoft Teams
Microsoft Teams
Logotipo do Slack
Slack
Logotipo do Google Workspace
Google Workspace
Ícone da Microsoft
OneDrive

Compartilhar
facebookx-twitterlinkedin

Como gestor ou gestora, é o seu dever apoiar o trabalho dos seus funcionários. Mas, para ter o maior impacto possível, não basta auxiliar nas tarefas diárias, também é preciso dar apoio aos planos futuros dos colaboradores.  

O desenvolvimento profissional é mais do que ajudar o indivíduo. Trata-se de um benefício para a equipe e a empresa como um todo, capaz de aumentar os índices de retenção e promover um maior envolvimento dos funcionários. Por isso é tão importante criar um plano de desenvolvimento profissional bem definido e alinhado aos valores da sua empresa. É aqui que entra o seu modelo de plano de desenvolvimento profissional personalizado.

O que é um modelo de plano de desenvolvimento profissional?

É uma ferramenta reutilizável para criar novos planos de desenvolvimento profissional. Dependendo do porte da sua empresa, ele pode ser criado pelo departamento de RH ou por gestores interessados em dar apoio à mobilidade interna dos funcionários ou ao seu desenvolvimento profissional como um todo.

Tais modelos são uma ótima forma de otimizar planos de desenvolvimento profissional e ajudar os funcionários a criar um plano de ação. Já que as metas profissionais variam de um funcionário para o outro, é natural que os seus planos de desenvolvimento também sejam distintos. Por isso é tão vantajoso usar um modelo com etapas predefinidas: você pode apoiar os seus colaboradores em igual medida, independentemente das metas de cada um. Com ações práticas e mensuráveis, é possível ajudar os membros da sua equipe a progredir do momento presente até o futuro que eles idealizam. 

Por que você precisa de um modelo de plano de desenvolvimento profissional?

O modelo de plano de desenvolvimento profissional serve como uma ferramenta para incentivar a evolução profissional em toda a empresa. O modelo também traz muitos outros benefícios, como:

  • Apoio a toda a equipe. Ao apoiar o desenvolvimento profissional de cada um, você estará impulsionando toda a equipe e, em última instância, a empresa como um todo.

  • Evitar preferências pessoais. Por seguir sempre as mesmas etapas para auxiliar a equipe, independentemente de diferenças individuais, funções ou tipo de vínculo, você evita possíveis favoritismos inconscientes.

  • Criar uniformidade. Os modelos proporcionam uma estrutura uniforme e mensurável para realizar avaliações de desempenho. 

O que incluir no modelo de plano de desenvolvimento de carreira

O modelo de plano de desenvolvimento profissional deve incluir seções que apresentem as informações do funcionário, suas habilidades atuais, metas de carreira e iniciativas para suprir quaisquer necessidades de formação. 

Informações do funcionário 

Inclua as principais informações a respeito do funcionário: quem é essa pessoa? Qual é o seu papel na equipe? Deverão ser listadas a função e as responsabilidades atuais do colaborador, além de informações gerais, como o nome e a data de ingresso na empresa. Você também pode incluir empregos anteriores, o que é bastante útil caso a trajetória profissional do funcionário seja pouco convencional.

Avaliação de lacunas na formação 

Nesta seção, você determinará a lacuna entre as habilidades atuais do funcionário (sociocomportamentais e profissionais) e as metas de desenvolvimento profissional que essa pessoa definiu para si. O objetivo da avaliação é traçar um plano de carreira: em que ponto a pessoa está e aonde pretende chegar? Isso ajudará a identificar oportunidades de crescimento. Por exemplo, com qual necessidade de desenvolvimento profissional o colaborador precisa de ajuda para alcançar os seus objetivos? O que ele ou ela terá de fazer por conta própria? A partir das respostas será possível definir as ações que você (gestor ou gestora) e o funcionário deverão realizar.

Ações a realizar 

Coloque em prática os insights obtidos da avaliação de lacunas na formação. Por exemplo, se o funcionário pretende mudar de equipe e assumir uma nova função, talvez precise fazer cursos para se qualificar para isso. Se almejar a um cargo de liderança, encontrar um mentor pode ser útil. Por outro lado, é importante que você, no papel de gestor ou gestora, também tenha uma lista de coisas a realizar. Por exemplo, você pode apresentar o colaborador ao gestor de outra equipe ou designá-lo a projetos que o ajudarão a desenvolver habilidades específicas.

Como usar o modelo de plano de desenvolvimento profissional

Fundamentalmente, o modelo ajudará a estabelecer o processo de desenvolvimento profissional de todos os integrantes da sua equipe. Veja as melhores formas de utilizá-lo:

  • Use um software de apoio. Coordene o desenvolvimento profissional usando uma ferramenta de gestão de projetos para que os membros da equipe tenham facilidade em monitorar em tempo real as metas de curto e longo prazo. Nessa mesma ferramenta, você também pode criar ações a realizar com base nas metas definidas.

  • Tome o modelo como referência. Utilize o modelo de desenvolvimento profissional como referência e consulte-o durante e após os principais marcos. Faça edições e ajustes caso as metas se modifiquem criando cópias do modelo conforme necessário.

  • Torne realizável e mensurável o processo de desenvolvimento profissional. Use o modelo para avaliar o desempenho de cada funcionário e criar um plano de desenvolvimento profissional individualizado que inclua os principais prazos e ações a realizar. Com isso, você terá um cronograma que indica as datas e os caminhos para o aperfeiçoamento do indivíduo, o que tende a ajudar no seu desempenho geral.

  • Colabore com o departamento de Recursos humanos. Os modelos de plano de desenvolvimento profissional não precisam ficar restritos a equipes específicas. O setor de RH da empresa pode usá-los para identificar e criar importantes programas de aperfeiçoamento para o quadro de funcionários. Dessa forma, o desenvolvimento de novas habilidades e competências com o intuito de melhorar o desempenho passa a fazer parte da própria cultura empresarial.

Recursos integrados

  • Visualização de lista. Um modo de exibição em forma de grade que facilita a visualização imediata de todas as informações do projeto. A visualização de lista, tal como uma lista de pendências ou planilha, exibe todas as tarefas de uma vez, permitindo ver não só os títulos e as datas de conclusão das tarefas, mas também campos personalizados relevantes, como prioridade, status, entre outros. Promova uma colaboração descomplicada fornecendo visibilidade a toda a equipe sobre o que cada um está fazendo e quais são os prazos.

  • Metas. Na Asana, as metas estão associadas diretamente ao trabalho necessário para alcançá-las, o que facilita aos membros da equipe visualizar o objetivo das próprias contribuições. Afinal, as metas muitas vezes parecem distantes do trabalho que realizamos para atingi-las. Com a equipe e as metas da empresa conectadas ao trabalho subjacente, os membros têm acesso em tempo real e clareza sobre a contribuição dos seus próprios esforços para o sucesso da equipe e da empresa. Com isso, os integrantes da equipe poderão tomar decisões melhores. E, se necessário, conseguirão identificar os projetos alinhados à estratégia da empresa e priorizar os trabalhos que oferecem resultados mensuráveis. 

  • Marcos. Os marcos representam momentos importantes do projeto. Ao definir os marcos ao longo do projeto, você possibilita que os membros da sua equipe e as partes interessadas do projeto saibam como está o andamento rumo às metas definidas. Pense nos marcos como uma oportunidade de celebrar as pequenas vitórias alcançadas no decorrer do trajeto rumo à meta fundamental do projeto. 

  • Campos personalizados. Os campos personalizados são a melhor maneira de marcar, ordenar e filtrar o trabalho. Crie campos personalizados específicos para monitorar qualquer tipo de informação: prioridade, status, e-mail, número de telefone, etc. Utilize os campos personalizados para ordenar e agendar os seus afazeres, deixando claro o que deve ser feito primeiro. Além disso, é possível usar os mesmos campos personalizados em diferentes tarefas e projetos para manter a uniformidade por toda a organização. 

Aplicativos recomendados

  • Microsoft Teams. Com a integração entre o Microsoft Teams e a Asana, é possível buscar pelas informações necessárias sem sair do Teams. Conecte facilmente as conversas do Teams a itens realizáveis na Asana. Além disso, crie, atribua e visualize tarefas durante uma reunião do Teams sem precisar abrir o navegador.

  • Slack. Converta ideias, solicitações de trabalho e coisas a fazer do Slack em tarefas e comentários monitoráveis na Asana. Transforme perguntas rápidas e ações a realizar em tarefas com atribuição de responsáveis e datas de conclusão. Registre os trabalhos com facilidade para que as solicitações e os afazeres não fiquem perdidos no Slack. 

  • Google Workspace. Anexe arquivos diretamente a tarefas na Asana com o seletor de arquivos do Google Workspace, já integrado ao painel de tarefas da Asana. Em poucos cliques, é possível anexar qualquer arquivo do Meu Drive.

  • OneDrive. Anexe arquivos diretamente a tarefas na Asana com o seletor de arquivos do Microsoft OneDrive, já integrado ao painel de tarefas da Asana. De modo simples, você pode anexar arquivos do Word, Excel, PowerPoint, etc.

Perguntas frequentes

Como criar um modelo de plano de desenvolvimento profissional?

Crie o seu modelo de plano de desenvolvimento profissional em formato digital para duplicá-lo e usá-lo com facilidade. Inclua seções destinadas às informações gerais do funcionário, à avaliação de lacunas na formação e a ações a realizar para ajudar na evolução da carreira do colaborador. Na seção de habilidades, lembre-se de listar a função e as responsabilidades atuais do funcionário, bem como as suas metas, para identificar o que está em falta. Por fim, use essas informações para definir as ações que você deve realizar.

Qual é a diferença entre um plano de desenvolvimento profissional e uma avaliação de desempenho?

O plano de desenvolvimento profissional analisa a trajetória geral do funcionário: onde ele está e aonde pretende chegar. Já a avaliação de desempenho limita-se aos resultados atuais do funcionário e à contribuição dele para a empresa. Os dois processos podem ser combinados para entender melhor o caminho que o funcionário deve percorrer para evoluir. Por exemplo, você pode usar a avaliação de desempenho para ver se o funcionário está se aproximando das metas que ele definiu para si no seu plano de desenvolvimento profissional.

Quais são os benefícios dos modelos de plano de desenvolvimento profissional?

Os modelos ajudam a otimizar o processo de planejamento do desenvolvimento profissional a fim de torná-lo uniforme para todos os funcionários. Isso contribui para reduzir preferências pessoais e fornece uma estrutura mensurável para avaliar os funcionários. Outra vantagem é possibilitar uma prestação de contas mútua entre você (gestor ou gestora) e o funcionário, o que lhe permite dar um apoio melhor a todos da equipe.

Simplifique o crescimento profissional

Desenvolva na Asana um modelo de plano de desenvolvimento profissional para alavancar o crescimento e a retenção dos seus colaboradores.

Crie o seu modelo