29 técnicas para debates criativos: maneiras eficazes de disparar a criatividade

Retrato de contribuidores da equipe AsanaTeam Asana21 de maio de 202118 minutos de leitura
facebooktwitterlinkedin
Técnicas para debates criativos
Teste já a Asana

Ideias brilhantes não surgem num piscar de olhos.

Quando a responsabilidade de pensar em uma solução recai numa só pessoa, pode demandar muito tempo e causar muito estresse. E quando se trata de um grupo de pessoas com a tarefa de resolver um problema, suas ideias podem entrar em conflito. Além disso, cada indivíduo tem uma forma de incentivar sua loucura criativa, o que dificulta ainda mais a sintonia entre todos os membros do grupo.

É aqui que entram em campo as técnicas de debates criativos ou brainstorms. Estas técnicas estruturam as sessões de debates criativos, acendem a criatividade dos participantes e ajudam a que essas ideias se transformem em realidade. Por sorte, há muitas técnicas de debates criativos eficientes para escolher.

Considere os métodos a seguir e, talvez, um modelo de brainstorm em equipe para a sua próxima sessão ou para quando a inspiração der o ar das graças. Afinal, às vezes as ideias mais brilhantes surgem de um tiro no escuro.

Conceitos básicos sobre debates criativos: como organizar um brainstorm

O que é um debate criativo? Por definição, o debate criativo ou brainstorm é uma atividade iniciada por um indivíduo ou uma equipe para resolver um problema ou gerar novas ideias com o objetivo de melhorar um produto, uma organização ou uma estratégia.

Independentemente da sua preferência, a maioria das técnicas para debates criativos envolve três passos:

  1. anotar ideias;

  2. debater sobre as ideias;

  3. escolher quais delas serão executadas.

Todas as técnicas para debates criativos contêm um conjunto de pré-requisitos em comum. Tudo o que se precisa é de um indivíduo ou um grupo de pessoas, um problema a resolver ou uma oportunidade a discutir, e tempo.

Desafios dos debates criativos

A regra de ouro de qualquer sessão de debate criativo é que a quantidade prevalece sobre a qualidade. Quanto mais ideias tiver, mais oportunidades terá de encontrar uma que valha realmente a pena. Por esses motivos, principalmente em sessões de debates criativos em grupo, certifique-se de que todos os membros da equipe deixem suas críticas de lado e tenham em mente que não há más ideias. 

É claro que, às vezes, as sessões de debates criativos têm seus desafios. Veja a seguir os desafios mais comuns:

  • Debates desiguais, às vezes porque extrovertidos dominam as discussões.

  • O efeito de ancoragem, em que os participantes se prendem a algumas ideias compartilhadas no início e não continuam apresentando e debatendo novas ideias.

  • Momentos de silêncio constrangedor, que acontecem quando os participantes não estão preparados. 

Talvez você tenha passado por algumas dessas sessões desconfortáveis. Por sorte, há muitas técnicas e ferramentas de debates criativos comprovadas, e algumas pouco ortodoxas, para resolver esses inconvenientes.

Técnicas analíticas para debates criativos

Técnicas analíticas para debates criativos

As técnicas analíticas para debates criativos podem ser muito úteis para analisar uma ideia sob diferentes ângulos ou examinar um problema a fundo. Considere o uso dos seguintes métodos e ferramentas para gerar e qualificar as ideias.

1. Starbursting  

Uma técnica visual para brainstorm, o starbursting deve ser usado uma vez que os participantes do debate escolheram uma ideia em particular. Para começar o starbursting, escreva uma ideia no centro de um quadro branco e desenhe uma estrela de seis pontos ao seu redor. Cada ponta representa uma pergunta:

  • Quem?

  • O quê?

  • Quando?

  • Onde?

  • Por quê?

  • Como?

Analise cada pergunta e como ela pode se relacionar à sua ideia. Por exemplo: “Quem gostaria de comprar este produto?” ou “Quando precisamos lançar este programa?”. Isto ajudará a explorar cenários possíveis ou a detectar obstáculos que podem surgir e que não foram considerados antes.

Ideal para: debates criativos com um grupo grande, analisar as propostas em profundidade.

2. Os cinco porquês, também conhecido como análise dos porquês

Assim como o starbursting, a técnica de debate criativo dos cinco porquês ajuda a avaliar a força de uma ideia. Desafie-se a fazer perguntas começando com “por que” sobre um tópico ou ideia pelo menos cinco vezes para analisar os novos problemas que surgem e, o que é mais importante, observe como você os soluciona. Para ajudar a organizar os seus pensamentos, considere ter em mãos um fluxograma ou um diagrama de espinha de peixe com esta técnica de debate criativo.

Ideal para: debates criativos individuais ou em grupo, analisar as proposições em profundidade.

3. Análise SWOT ou FOFA

Talvez você conheça a análise SWOT ou FOFA, já que ela está relacionada ao planejamento estratégico. Você pode se surpreender em saber que este conceito também pode ser aplicado como um exercício de debate criativo para ajudar a qualificar uma ideia. Discuta os seguintes aspectos do seu tópico para determinar se vale a pena executá-lo:

  • Forças: como a ideia domina ou se destaca da concorrência?

  • Fraquezas: há alguma falha na ideia que pode prejudicar a sua execução?

  • Oportunidades: de que outras maneiras seria possível tirar proveito desta ideia?

  • Ameaças: que problemas poderiam surgir se a ideia fosse executada?

Ideal para: debates criativos individuais e em grupo, analisar as propostas em profundidade.

4. Matriz Como, Agora e Uau

A técnica Como, Agora e Uau (em inglês How Now Wow) para debates criativos consiste em categorizar ideias de acordo com a originalidade e a facilidade de implementação. Após reunir várias ideias, seja individualmente ou em grupo, analisa-se onde elas se encaixam na escala desta técnica:

  • Ideias Como são originais, mas não são executáveis. 

  • Ideias Agora não são originais, mas de fácil execução.

  • Ideias Uau nunca foram pensadas antes e são de fácil execução.

É claro que o ideal é ter o máximo possível de ideias “Uau”, já que elas são fáceis de executar, podem diferenciar dos concorrentes e romper com a monotonia de uma empresa. Para organizar melhor as ideias, considere o uso de uma matriz de quatro quadrados com a dificuldade ponderada no eixo Y e a inovação no eixo X. 

Ideal para: debates criativos individuais e em grupo, concentrar-se numa solução executável.

5. Análise dos fatores

Como o nome indica, a análise dos fatores é uma técnica de debate criativo que analisa os fatores ou “causas” de um problema. Para usar esta técnica de brainstorm, basta perguntar a si ou aos participantes “O que causou [insira o problema]?” e, depois, “Qual é a causa de [insira a resposta da pergunta anterior]?”. Assim como a análise dos porquês, quanto mais se aprofunda em um problema, melhor este será analisado e você se sentirá mais confiante em executar as soluções para esse problema. 

Ideal para: debates criativos individuais e em grupo, analisar as propostas em profundidade.

6. Mapa mental

Outra técnica visual para debates criativos é criar um mapa mental com efeito de ancoragem, um desafio muito comum no qual os participantes se fixam nas primeiras ideias em vez de trazer ideias novas. O mapa mental faz isso ao usar uma ideia inicial para inspirar outras. 

É necessário uma folha de papel grande ou um quadro branco para isto. Para começar, escreva um tópico e desenhe linhas que se conectam com as ideias relacionadas. Basicamente, esta técnica serve para obter uma imagem geral do tópico em questão e descobrir o que impactar a sua execução, ou até acelerá-la.

Ideal para: debates criativos individuais ou em grupo, pessoas que pensam melhor com elementos visuais.

7. Análise de brechas

A análise de brechas entra em ação quando há dificuldades em saber como executar uma ideia, para entender os obstáculos no seu caminho. Comece com uma declaração sobre qual é a situação atual, e outra sobre aonde se deseja chegar. Por exemplo, “Nossa empresa fabrica relógios inteligentes; queremos ampliar a nossa linha de produtos para incluir monitores de atividades físicas”.

Vale a pena anotar isso em uma folha de papel grande ou em um quadro branco para que todos os participantes do debate criativo vejam, usando talvez até um fluxograma ou um mapa mental. Em seguida, liste os obstáculos que os impedem de alcançar o seu destino e procure soluções para cada um. Ao final da sessão de debate criativo, é possível ter um planejamento mais claro de como chegar aonde se deseja.

Ideal para: debates criativos individuais e em grupo, para quem pensa melhor com elementos visuais, para se concentrar em identificar uma solução executável.

Técnicas para debates criativos em silêncio

Técnicas para debates criativos em silêncio

Esta técnica é ideal para empresas que têm pouco tempo ou equipes com mais indivíduos introvertidos. Estas técnicas para debates criativos em silêncio permitem que os participantes contribuam com ideias quando têm tempo, e muitas vezes em anonimato. Observe os seguintes métodos para inspirar a sua criatividade, principalmente para equipes que trabalham remotamente e com reuniões virtuais frequentes.   

8. Desenvolvimento de rascunhos

O Desenvolvimento de rascunhos (em inglês Brainwriting) é uma técnica oral e presencial que busca resolver o desafio dos debates criativos com discussões desiguais, e faz isso ao requerer a participação e o trabalho em equipe de todos os integrantes. Inicialmente, cada pessoa escreve três ideias relacionadas a um assunto em três folhas de papel diferentes. Em seguida, todos passam suas ideias para a esquerda ou para a direita, e quem as recebe deve refletir sobre essas ideias, adicionando itens e considerações. 

Os membros continuam a passar os rascunhos até completar uma volta. Depois, o facilitador analisa todas as ideias ou os participantes discutem cada uma em voz alta para escolher aquilo a que vale a pena dar continuidade. Dica: limite esta técnica de desenvolvimento de rascunho a, no máximo, dez pessoas para não se sobrecarregarem com ideias ou com falta de tempo.

Ideal para: debate de ideias em grupo e com membros da equipe introvertidos.

9. Desenvolvimento de rascunhos colaborativo

Imagine o desenvolvimento de rascunhos colaborativo como um rebanho de gado pastando, exceto que são participantes que ruminam ideias ao longo de uma semana, anotando ideias ou pensamentos anonimamente. Para iniciar a técnica, o facilitador do debate criativo muitas vezes disponibiliza uma folha de papel grande, notas adesivas ou um documento na nuvem para anotar algumas ideias.

Os membros da equipe podem usar essas ideias ao seu ritmo e adicionar comentários anonimamente. Certifique-se de estabelecer prazos claros de quando se encerra o debate criativo para que todos tenham a oportunidade de contribuir.

Ideal para: debates criativos individuais

10. Debates criativos on-line

Ótimos para equipes remotas, os debates criativos on-line são ideias para uma equipe tirar suas ideias da cabeça, seja por meio de um canal no Slack, um documento do Google, ou uma ferramenta de gestão de projetos

Espera-se que os participantes adicionem suas ideias quando surgir uma inspiração, assim a lista aumenta gradativamente. É natural que o líder informe os participantes de quaisquer alterações ou prazos importantes quando precisar de soluções para algum problema em particular. O líder também pode organizar uma reunião para discutir as ideias. As identidades dos que contribuíram com as ideias podem ser mantidas em anonimato, até mesmo na reunião. 

Ideal para: debates criativos em grupo, integrantes introvertidos, equipes remotas.

11. SCAMPER  

A técnica de debate criativo SCAMPER incentiva os participantes a analisar uma ideia sob diferentes ângulos e usa seu acrônimo para inspirar cada perspectiva.

  • Substituir: pense no que aconteceria se você substituísse um aspecto de uma solução por outro.

  • Combinar: pense no que aconteceria se você combinasse um aspecto de uma solução com outro.

  • Adaptar: pense em como você poderia adaptar uma ideia ou solução a um novo contexto.

  • Modificar: pense em como modificar uma ideia para ter um impacto maior.

  • Propor outro uso: pense em outra forma de alavancar a sua ideia.

  • Eliminar: pense no que você poderia remover da ideia ou solução para simplificá-la.

  • Reorganizar: pense em como você poderia reorganizar uma ideia para deixá-la mais eficaz

Quando usada numa sessão de debate criativo em grupo, pode ser interessante usar modelos para monitorar as respostas ou combinar o método SCAMPER com uma sessão de debate criativo por escrito para incentivar os participantes a avaliar ideias de todos os ângulos. 

Ideal para: debates criativos individuais e em grupo, analisar as propostas em profundidade.

12. Processo de decisão-relâmpago

A técnica de processo de decisão-relâmpago para debates criativos requer entre 40 minutos e uma hora para se realizar. O que se terá ao final? Resultados tangíveis e e uma aceitação por parte de todos os participantes do brainstorm

Esta técnica de debate é ótima para melhorar o alinhamento entre equipes remotas. Tudo começa com a escrita dos aspectos positivos sobre um assunto ou do que está funcionando nele, depois escreve-se os pontos negativos e identifica-se o que precisar ser resolvido com mais urgência. A isso se seguem alguns minutos para reformular problemas como perguntas, e se debatem soluções para esses problemas. 

Por fim, a equipe usa uma matriz para determinar o impacto da solução e os esforços necessários para executá-la e decide quais ideias valem a pena pôr em prática. Para uma explicação mais completa do processo de decisão-relâmpago, assista a este vídeo feito pela agência AJ&Smart, criadora desta técnica.

Ideal para: debates criativos em grupo, equipes remotas, prazos apertados, aperfeiçoar uma solução executável.

13. Guardanapo de ideias

Esta técnica é parecida com o processo de decisão-relâmpago. O guardanapo de ideias é basicamente um modelo de debate criativo que resume um assunto amplo em soluções tangíveis. Como funciona: cada participante tem um “guardanapo” onde deve escrever a sua ideia e um discurso de elevador para vendê-la. 

O guardanapo de ideias também inclui uma coluna para indicar a quem a ideia se destina, ou seja, a pessoa para quem o participante deseja resolver um problema (clientes, colegas de equipe, etc.), e uma coluna para anotar os problemas que a ideia soluciona. Os participantes anotam nos guardanapos antes ou durante a sessão de debate criativo. Espera-se que cada um os apresente ou compartilhe. As ideias finais serão colocadas numa matriz de impacto e esforço para determinar a quais vale a pena dar continuidade.

Ideal para: debates criativos em grupo, aperfeiçoar uma solução executável.

Técnicas para debates criativos com interpretação de papéis

Técnicas para debates criativos com interpretação de papéis

As técnicas para debates criativos com interpretação de papéis incentivam participantes a se colocar no lugar ou vestir o chapéu (ou seis, como vamos ver) de alguém para resolver um problema ou imaginar ideias sob uma nova perspectiva. Qual é a vantagem disto? Quando os participantes assumem a personalidade de outra pessoa, ficam menos inibidos, já que tecnicamente não se trata dos seus pontos de vista.

14. Seis chapéus do pensamento

Esta técnica de debate criativo exige um mínimo de seis participantes que vestem chapéus imaginários, por isto o nome, para somente analisar uma ideia sob um ângulo específico. Por exemplo, um participante veste um chapéu de impacto e só se preocupa com o impacto de uma ideia; outro veste um chapéu de entraves e só analisa os entraves de uma ideia. 

É possível escolher os ângulos mais importantes para a sua organização. Ao final da discussão, todo o grupo de debate criativo pode pendurar os seus chapéus sentindo-se mais seguro quanto às ideias que serão executadas.

Ideal para: debates criativos em grupo (seis ou mais pessoas), integrantes introvertidos, analisar ideias a fundo.

15. Debate criativo com personagens

Você já ouviu a frase “o que você faria se fosse...?” Esta é a premissa desta técnica de debate criativo, em que os participantes assumem a identidade de uma figura famosa, seja um líder ou uma celebridade, e põem-se no lugar dessa pessoa para imaginar como ela abordaria uma ideia.

Isto ajuda as equipes a analisar um assunto sob uma perspectiva diferente e, no caso de debates criativos em grupo, alivia a sensação de nervosismo sobre propor más ideias. Isto acontece porque os participantes não propõem suas ideias, mas as ideias de outra pessoa. Nada como um novo cargo por um dia.

Ideal para: debates criativos individuais e em grupo, membros de equipe extrovertidos.

16. Debate criativo com papéis  

Um debate criativo com papéis é parecido com o debate criativo com personagens, em que os participantes assumem diferentes personalidades e imaginam ideias, mas com um toque teatral: os participantes vivem essas ideias. 

Em geral, os participantes devem assumir o papel de uma pessoa comum que será afetada por uma ideia ou solução, seja um funcionário, um cliente ou outro. O participante cria um cenário a partir da ideia em busca de decifrar os problemas que podem surgir. Considere esta técnica de debate criativo para as equipes mais extrovertidas. 

Ideal para: debates criativos em grupo, membros de equipe extrovertidos.

17. Debate criativo reverso

O debate criativo reverso tem como base um pouco de caos. Ele incentiva os participantes a interpretar o papel de perturbadores ao debater os problemas antes e as soluções depois. Para iniciar as perguntas do debate criativo, o líder normalmente pergunta “Como causamos [insira o problema]?”

Depois que a sua equipe listar as causas, ela terá uma perspectiva nova e diferente para encontrar soluções para os problemas. 

Ideal para: debate criativo em grupo, criação de ideias, resolução de problemas.

18. Raciocínio reverso

O raciocínio reverso é uma combinação das técnicas de debate criativo com personagens e com os seis chapéus do pensamento. Ele incentiva os participantes a se perguntar o que outra pessoa faria numa determinada situação. Em seguida, os participantes devem imaginar por que a solução daquela pessoa funcionaria ou não, e se a sua solução é melhor. 

Ideal para: debates criativos em grupo, membros de equipe extrovertidos e analisar ideias a fundo.

Técnicas para debates criativos em grupo

Técnicas para debates criativos em grupo

A maioria das técnicas para debates criativos pode ser aplicada a grupos de participantes, mas as técnicas a seguir promovem (e às vezes exigem) a participação de todos. Quando bem proporcionadas, as técnicas para debates criativos em grupo não só oferecem mais ideias, como podem:

  • Aumentar a autoestima da equipe com jogos de debates criativos descontraídos ao envolver a participação a cada etapa do processo.

  • Promover o raciocínio criativo, principalmente quando os participantes têm tempo para preparar as suas ideias e  criar um método estruturado para resolver problemas.

  • Produzir mais ideias diversificadas em grupo, graças à perspectiva e capacidade específicas de cada participante.

Em suma, as técnicas para debates criativos em grupo colocam todas as mentes em sintonia. 

19. Método da imagem eidética

O método da imagem eidética se baseia em estabelecer intenções e, para isto, os integrantes começam de olhos fechados. Por exemplo, se uma empresa deseja criar um novo relógio inteligente, o facilitador do debate criativo incentiva todos os participantes a fecharem os olhos e meditar em silêncio sobre o aspecto dos relógios existentes no mercado. 

Depois, o grupo debate e fecha os olhos mais uma vez para imaginar em silêncio os novos recursos a adicionar a esse dispositivo. Todos abrem os olhos novamente e retomam o debate, adicionando novas possibilidades de melhorar um produto. Este método de debate criativo é ideal para renovar um produto ou solução existentes. 

Ideal para: pessoas que pensam melhor com elementos visuais, criar uma nova ideia.

20. Ideação rápida

Excelente para equipes que se distraem ou que têm dificuldade de manter a concentração em reuniões. A técnica de ideação rápida incentiva os participantes a correr contra o relógio e criar o máximo de ideias possível — e o mais importante, a não se levar muito a sério. Os participantes podem falar suas ideias em voz alta para um facilitador ou escrevê-las numa folha de papel. Algumas ideias talvez sejam citadas mais de uma vez, o que provavelmente significará que vale a pena explorá-las mais a fundo.

Ideal para: membros de equipe extrovertidos, prazos curtos.

21. Debate criativo em turnos

É necessária a participação de todos os membros nesta técnica de debate criativo em turnos. Cada membro deve contribuir com, ao menos, uma ideia antes que todo o grupo possa comentar ou compartilhar uma segunda ideia.

Como a exigência é que todos compartilhem uma ideia, é melhor reservar algum tempo para que se preparem as ideias antes da sessão de debate criativo em turnos. Esta técnica de brainstorm é excelente para membros introvertidos e grupos maiores, para garantir que todos possam contribuir. Além disso, esta técnica também promove a noção de que a única má ideia é não ter ideias. 

Ideal para: membros de equipe introvertidos e para desenvolver uma abundância de ideias.

22. Debate criativo de escada

Ideal para grupos medianos, de cinco a quinze pessoas, a técnica de debate criativo de escada impede que as ideias sejam influenciadas pelos participantes mais extrovertidos de um grupo. 

Veja como funciona: o facilitador do debate criativo apresenta um tema para o seu grupo e pede que todos os outros participantes se retirem da sala, exceto dois. Os dois participantes restantes discutem suas ideias por alguns minutos e, em seguida, um dos participantes que saíram volta para a sala e compartilha suas ideias antes que os dois que ficaram divulguem as suas ideias. 

Os participantes são chamados de volta à sala, um de cada vez, para compartilhar suas ideias e ouvir as ideias dos dois que ficaram na sala. Depois que todo o grupo de debate criativo voltar à sala, é hora de discutir as ideias desenvolvidas, um passo de cada vez. 

Ideal para: membros introvertidos, analisar as ideias a fundo, aperfeiçoar uma solução executável.

23. Charrete

É recomendável reservar algumas salas para realizar esta técnica. A técnica de debate criativo de charrete ajuda a separar um problema em pedaços menores e dividir os participantes em grupos separados para discuti-las. 

Por exemplo, pode-se reservar três salas, escrever um tema ou problema num quadro branco em cada uma e pedir para que os três grupos entrem nessas salas para anotar as suas ideias. Em seguida, os grupos passam para a próxima sala e debatem as ideias do grupo anterior. Isto possibilita o tipo mais eficaz de trabalho em equipe.

Ideal para: analisar as ideias a fundo, aperfeiçoar uma solução executável.

Outras técnicas para debates criativos

Para quem busca práticas menos convencionais para movimentar a sua equipe, adicione algumas destas técnicas de debate criativo ao seu arsenal de ideação. 

24. Debate criativo do “E se?”

Muito popular entre os fãs do brainstorm improvisado, este método consiste em lançar o máximo possível de perguntas de “e se?” sobre um tema, semelhante à ideação rápida. Por exemplo: “e se este problema tivesse acontecido num país diferente?” ou “e se este problema tivesse surgido por volta de 1800?”. 

Imaginar as situações pode ajudar a descobrir novos obstáculos relacionados ao seu problema. Basicamente, a técnica de debate criativo “E se?” ajuda a sua equipe a avaliar todas as possibilidades.

Ideal para: debates criativos individuais e em grupo, criar uma nova ideia, analisar as proposições em profundidade.

25. Mudança de ambiente

Todos sabem como o ambiente físico pode impactar o fluxo de trabalho e até mesmo a criatividade da equipe. Quando a sessão de debate criativo se encontra num beco sem saída, considere a possibilidade de encontrar outro lugar, como um parque, uma cafeteria ou até mesmo uma caminhada.

Um novo ambiente pode trazer novas ideias e até descontrair os participantes para que abram mais a mente para o compartilhamento de ideias e pensar mais em quantidade do que em qualidade.  

Ideal para: debates criativos individuais e em grupo, criar uma nova ideia.

26. Escolha de palavras aleatórias

Como o próprio nome sugere, esta técnica de debate criativo é um pouco aleatória. Ponha pedaços de papel com palavras avulsas num chapéu e depois tire-os um por um para debater como as palavras se relacionam com o tema escolhido. É possível usar um modelo para registrar todos os seus pensamentos e as novas ideias que surgirem com a associação de palavras.

Para melhor organizar os pensamentos, combine esta técnica com o banco de palavras, ou seja, categorize palavras aleatórias e crie associações entre essas categorias e o tema do debate criativo. 

Ideal para: debates criativos em grupo, criação de uma nova ideia.

27. Elaboração de roteiros

Afinal, a elaboração de roteiros não está restrita ao cinema ou à televisão. Também é possível adotar esta técnica a um debate criativo, ou seja, ilustrar ou desenhar um problema e suas possíveis soluções. Considere esta como uma outra forma de se colocar na pele de outra pessoa, principalmente os impactados pela sua solução. Isto também significa que você precisa visualizar os obstáculos que pode encontrar ao executar uma solução.

Ideal para: debates criativos individuais ou em grupo, resolução de problemas, analisar as proposições em profundidade.

28. Desejos

Esta técnica é tão simples quanto o seu nome indica. Basta desejar a solução que se deseja encontrar. Pense: “Eu desejo que a nossa empresa tenha pegada de carbono neutra”, depois imagine como vocês podem alcançar este objetivo, assim como as áreas em que não será possível abordá-lo. Isto ajuda a descobrir os obstáculos que podem vir a enfrentar e, quem sabe, mostrar o que pode ser feito para superá-los. 

Ideal para: debates criativos individuais e em grupo, criar uma nova ideia.

29. Oito malucos

Uma técnica de debate criativo breve e divertida, Oito malucos entrega grande quantidade ao incentivar os participantes a pensar rapidamente usando um modelo de oito caixas e apenas oito minutos para escrever oito ideias. Ao fim desse tempo, o grupo debate as suas ideias. 

Para um grupo maior, peça que os participantes escrevam somente três ideias e altere o limite de tempo para seis minutos para que as descrevam em mais detalhes.

Ideal para: debates criativos em grupo, para quem pensa melhor com elementos visuais, desenvolver uma grande quantidade de ideias.

Oito dicas para uma sessão positiva de debate criativo

Independentemente do tipo de técnica de brainstorm ideal para você e para a sua equipe, considere as práticas a seguir de como fazer um debate criativo mais eficaz. É claro, tudo começa com o facilitador do debate e como ele define o tom da sessão.

1. Ofereça tempo de preparação 

O facilitador do debate criativo não é o único que precisa se preparar para a sessão: os participantes também devem receber o contexto necessário com tempo. Isso pode tomar a forma de uma pauta da reunião, para que todos cheguem com a predisposição mental certa para a sessão de debate criativo.

Um dia é o padrão, mas mesmo alguns minutos já serão de grande utilidade. Além disso, os facilitadores do debate criativo devem ter algumas ideias na manga para o caso de surgirem bloqueios criativos.

2. Estabeleça uma intenção clara

Quanto mais contexto se oferecer aos participantes desde o início, mais frutíferas serão as suas ideias. Por exemplo, explique com clareza os tipos de ideias que se procura. Sejam ideias de rápida execução ou completamente inovadoras e disruptivas, procure identificar os objetivos específicos a se ter em mente. 

E certifique-se de informar aos participantes quaisquer limitações sob as quais vocês ou a organização têm de operar, inclusive os cronogramas ou orçamentos de projeto, a fim de que se desenvolvam ideias possíveis de executar.

3. Abra os braços para novos colegas de equipe e novas ideias

Quando participam dos debates criativos sempre as mesmas pessoas uma e outra vez, elas tendem a produzir as mesmas ideias. Por este motivo, considere apresentar novas pessoas na sua sessão de debate criativo para sair da rotina e oferecer uma nova perspectiva (e novas ideias) para os seus temas de debate criativo. Os convidados podem ser colegas de outros departamentos, clientes de um grupo de foco, ou um consultor externo.

4. Promova a inclusividade

Cada sessão de debate criativo deve ser considerada um espaço seguro para o compartilhamento de ideias, até as menos convencionais. Lembre-se, a única má ideia é não ter ideias, e nenhuma ideia deve ser rebaixada ou julgada. Além disso, o facilitador do debate deve garantir que cada participante seja tratado com igualdade e receber a mesma quantidade de tempo para falar. Para isso, você pode definir um temporizador para cada participante falar e identificar aqueles que tentam dominar as conversas. Todos os participantes devem estar abertos e mostrar curiosidade por novas ideias.

5. Pense de forma pouco convencional

O pensamento criativo começa quando a pessoa não se leva a sério. Da mesma forma que incentiva a inclusividade, incentive também as imperfeições e as ideias diferentes. Isso pode inclui desde jogos para fortalecer o espírito de equipe a perguntas diferentes para “quebrar o gelo”. Até um punhado de ideias tontas é melhor do que não ter nenhuma. A técnica para debates criativos de desejo pode incentivar os membros da equipe a interagir.

6. Aumente a criatividade com música

Assim como a mudança de ambiente pode inspirar novas ideias, até mesmo uma música de fundo pode promover a criatividade. Considere colocar um pouco de música em sua sessão de debate criativo, e para o melhor resultado, certifique-se de que é:

  • instrumental;

  • num tom maior;

  • com andamento e volume estáveis.

Ouça: lista de reprodução da Asana para <i>brainstorms</i>, no Spotify.

7. Combine as técnicas para debates criativos

Assim como nem todas as técnicas para debates criativos são adequadas para todos, também não o são para todos os tipos de sessões. Esteja preparado para ajustar a sua técnica de acordo com a receptividade do seu grupo e com quantas ideias vocês trabalham no momento.

8. Ponha as ideias em prática

Ter ideias brilhantes é ótimo. Mas elas são inúteis se não forem executadas. Enquanto algumas técnicas de debate criativo já incorporam o processo de execução, em outros casos talvez seja preciso acompanhar os participantes por meio de modelos de projetos para traçar um planejamento usando soluções criativas. 

Lembre-se, no debate criativo a quantidade prevalece sobre a qualidade

Se feita corretamente, uma sessão de debate criativo não trará a sensação de executar uma tarefa, principalmente quando a técnica de debate criativo aceita diferentes estilos de pensamento e expressão. 

E, seja ao agir individualmente ou em equipe, há um sentimento gratificante ao ver as suas ideias postas em prática. Deixe as ideias fluírem e personalize a sua ferramenta de gestão de fluxo de trabalho para transformar essas ideias em ações. 

Recursos relacionados

Artigo

-