O guia rápido de como criar um planejamento de marketing em oito passos

Além de essencial para qualquer empresa, o marketing traz consigo inúmeros benefícios. Para começar, o marketing fortalece o reconhecimento da marca, instrui os clientes e influencia a sua receita. De acordo com o índice Sales Benchmark Index (SBI), o marketing geralmente contribui com 15 a 30% da receita quando se trata de novos clientes. Mas como fazer para que a sua empresa tire o máximo proveito do marketing? Comece por criar um planejamento de marketing.

“O trabalho do marketing nunca tem fim. Trata-se de um movimento perpétuo. É necessário inovar diariamente.” - Beth Comstock, ex-diretora de marketing e vice-presidente da GE

O que é um planejamento de marketing?

Considere o planejamento de marketing como um roteiro detalhado, que descreve todas as atividades necessárias para você alcançar seus objetivos gerais de marketing. Se você é um profissional de marketing, sabe muito bem que nunca faltam ideias nem coisas para fazer quando se trata de marketing. Um planejamento de marketing fornecerá uma estrutura útil para que você e a sua equipe priorizem o trabalho com eficiência.

Como é um planejamento de marketing e como criar o seu? Veja a seguir oito passos necessários para criar um planejamento de marketing de sucesso.

1. Defina uma estratégia de marketing clara

Todo planejamento de marketing consistente começa com a definição de uma estratégia de marketing clara. Você pode se perguntar: “Qual é a diferença entre planejamento de marketing e estratégia de marketing?”. A estratégia de marketing orienta o planejamento de marketing, enquanto este último descreve os tipos e o cronograma das atividades de marketing. Convém elaborar o seu planejamento de marketing levando em conta a sua estratégia de marketing.

Para definir a sua estratégia de marketing, você precisa se perguntar:

  • Em primeiro lugar, tenho os recursos necessários?
  • Qual é a visão?
  • Qual é o valor?
  • Qual é o objetivo?
  • Quem é o meu público-alvo?
  • Quais são os meus canais?
  • Qual é o cronograma?

Por exemplo, digamos que você esteja criando uma estratégia de marketing para um novo blog que quer adicionar ao seu site atual. Veja a seguir como abordar a lista de perguntas acima:

Em primeiro lugar, tenho os recursos necessários?

Sim. A equipe tem um orçamento 15% superior ao necessário, e estamos providos de todo o pessoal necessário.

Qual é a visão?

Desenvolver a presença do blog e aumentar os acessos ao site.

Qual é o valor?

Sites com blog costumam ter 434% mais páginas indexadas.

Qual é o objetivo?

Gerar mais tráfego da Internet e aumentar o reconhecimento por meio de conteúdos de blog de alta qualidade.

Quem é o meu público-alvo?

Vice-presidentes de vendas que trabalham em empresas com mais de 10.000 funcionários no setor de saúde.

Quais são os meus canais?

O canal principal será o blog. Os canais de apoio incluem site, e-mail, anúncios e mídias sociais.

Qual é o cronograma?

Segundo trimestre do ano fiscal (1º de abril a 30 de junho).

Uma das coisas mais importantes é identificar o seu público-alvo. Você precisa saber a quem se destina o seu marketing. Se estiver com dificuldades para determinar quem é o seu verdadeiro público-alvo, experimente a estrutura de segmentação de mercado Bullseye. Esse método ajuda a determinar quem é o seu público-alvo por setor, geografia, tamanho da empresa, psicografia, entre outros.

2. Defina as principais métricas para o sucesso

Agora que você já definiu a sua estratégia de marketing, está na hora de estabelecer quais serão as principais métricas de marketing. Essas métricas ajudarão a avaliar e monitorar o desempenho de suas atividades de marketing. Além disso, serão úteis para que você entenda como seus esforços estão interligados ao objetivo principal.

Por exemplo, se o seu principal objetivo for aumentar os leads qualificados de marketing (MQLs, na sigla em inglês), então esses MQLs serão considerados uma métrica principal. Convém perguntar a si mesmo: “Quantos MQLs são necessários para que este planejamento de marketing seja um sucesso? Quantos MQLs espero gerar com cada atividade de marketing?”. Esses são os tipos de pergunta que você deve ter em mente ao definir suas principais métricas. Antes de entrar de cabeça, você deve saber quais são as expectativas em relação ao seu planejamento de marketing.

3. Pesquise a sua concorrência

É fácil se envolver demais no universo da sua empresa. Reserve um tempo para conhecer a sua concorrência. Há muita utilidade em entender seus concorrentes. Saber como a sua concorrência utiliza o marketing ajudará a encontrar oportunidades para fazer a sua empresa se destacar.

Por exemplo, certifique-se de não repetir os esforços da sua concorrência. Se você descobrir que um concorrente já colocou uma de suas ideias em prática, então é melhor voltar à estaca zero e pensar em novas formas de se diferenciar. Você pode descobrir quais são os pontos fracos da sua concorrência e então readaptar a sua estratégia, ou ver quais aspectos ainda não foram abordados. Você ficará surpreso com a inspiração que encontrará ao analisar os seus concorrentes.

4. Integre seus esforços de marketing

“O melhor tipo de marketing é aquele que não parece marketing.” - Tom Fishburne, fundador e diretor executivo da Marketoonist

É aqui que começa a diversão. Vamos nos aprofundar nos diferentes elementos responsáveis por construir o mecanismo do marketing. Convém garantir que o seu planejamento de marketing inclua diversas atividades de apoio. Podem ser incluídos alguns ou todos os elementos de marketing a seguir:

  • Geração de leads
  • Anúncios
  • E-mail
  • Conteúdo
  • Vídeo
  • Eventos
  • Redes sociais
  • Website
  • Marketing de produto
  • Relações públicas
  • Relações com analistas
  • Marketing voltado para os clientes
  • SEO
  • E mais…

É importante determinar quais desses elementos contribuirão mais para o seu planejamento de marketing, mas, é ainda mais importante garantir que todos se integrem perfeitamente. Em vez de tratar suas atividades de marketing como um projeto separado, vincule-as de forma a proporcionar uma experiência coesa.

Vamos imaginar que o seu planejamento de marketing consiste em entregar um posicionamento diferente e mensagens novas para a sua empresa. Primeiramente, assegure-se de que essas mensagens sejam comunicadas em todos os elementos de marketing (vídeo, anúncios, e-mails etc.).

Em seguida, busque oportunidades para integrar seus esforços. Por exemplo, é possível criar um link para o comunicado de imprensa no e-mail ou incorporar o vídeo na publicação do blog? Esses são os tipos de oportunidades que você deve aproveitar para proporcionar uma experiência de marketing integrada.

5. Destaque-se da concorrência com uma criação única

Você sabia que 32% dos profissionais de marketing afirmam que as identidades visuais são a forma mais importante de conteúdo de seus negócios? Uma marca e uma estratégia de criação claras correspondem a grande parte de qualquer planejamento de marketing significativo. Não esqueça o seu público-alvo ao definir a sua estratégia de criação. Seu trabalho criativo será relevante para ele? Se o público-alvo não conseguir se identificar com o seu trabalho criativo, não sentirá conexão alguma com a mensagem que você quer transmitir. Deixe os padrões de lado e encontre maneiras inovadoras de engajar o seu público-alvo, seja por vídeo, animações ou gráficos interativos. Saiba em quais telas (computadores, celulares ou tablets) o seu trabalho criativo aparecerá, e garanta que a exibição seja visualmente atraente em todos os dispositivos. É fácil se envolver demais no processo de criação, por isso, é fundamental não se esquecer de suas intenções: fazer o seu público-alvo interagir. Encontre sempre a melhor forma de exibir chamadas à ação (CTAs) irresistíveis no seu trabalho criativo. Vivemos em um mundo visual, não se esqueça disso ao fazer o seu trabalho criativo.

Depois de definir uma estratégia de criação consistente, o próximo passo é dar vida à sua estratégia na etapa de produção. É essencial estabelecer uma estrutura sólida para o seu processo de produção criativa, eliminando assim qualquer vaivém desnecessário e possíveis gargalos. Considere criar formulários para os pedidos de criação, agilizar o feedback e utilizar as integrações que possam facilitar a vida de seus designers.

6. Operacionalize o seu planejamento de marketing

“Não se trata apenas de criação e promoção, é também um processo. Acho que muitas pessoas se esquecem disso.”  - Neil Patel, autor best-seller do The New York Times, considerado um dos 10 melhores profissionais de marketing pela Forbes

Todos nós já passamos por isso – planejamentos que foram bem pensados e nunca foram executados. Não deixe que isso se torne a sua realidade. A elaboração de um planejamento de marketing requer muito tempo e atenção; é sua responsabilidade garantir que ele não fique acumulando poeira em uma prateleira qualquer.

Este passo específico é fundamental: operacionalizar o seu planejamento. É importante acelerar o andamento do seu planejamento de marketing e avançar a todo vapor enquanto o momento é propício. O primeiro passo para operacionalizar o seu planejamento de marketing é hospedar a sua totalidade em um único lugar. Uma ferramenta de gerenciamento de projetos robusta pode ajudar a fazer isso.

Com a ferramenta de gerenciamento de projetos certa, você pode delinear os principais temas do ano e estabelecer os cronogramas de todas as atividades de marketing. Além disso, você pode assinalar os marcos mais importantes e visualizar o planejamento de marketing completo como preferir, seja em um diagrama de Gantt, calendário ou quadro Kanban. A ferramenta certa também ajuda a manter os participantes sempre bem informados sobre o progresso. Se você tem uma equipe global, isso é extremamente importante para assegurar que não se repitam os mesmos esforços.

Quando tudo estiver hospedado em um único lugar, será fácil monitorar o planejamento de marketing para ter sempre alguma novidade para apresentar ao seu mercado. Elaborar um planejamento de marketing é só uma das etapas do processo—a chave para um marketing de destaque pode estar na forma de operacionalizá-lo.

7. Use o conjunto tecnológico ideal

“Em vez de usar a tecnologia para automatizar os processos, pense em usá-la para melhorar a interação humana.” - Tony Zambito, perito em personas de compradores

Forneça um conjunto tecnológico poderoso à sua equipe de marketing. A tecnologia de marketing (também conhecida como martech) continua sendo o centro das atenções, e você não pode ficar para trás. A martech representa 29% do orçamento total de despesas com marketing, e 87% dos profissionais de marketing acreditam que essa tecnologia esteja melhorando o desempenho do marketing em suas empresas. Vivemos em um mundo digital, e você deve tirar proveito de todas as ferramentas que ele oferece. Comece com as tecnologias essenciais:

  • Google: utilize o G Suite (ex.: Google Documentos, Google Agenda e Gmail) para melhorar a sua experiência de trabalho diária.
  • Asana: todos os planejamentos de marketing se beneficiam de uma ferramenta de gerenciamento de trabalho avançada, especialmente se essa ferramenta foi feita para atender as equipes de marketing e criação. A Asana ajuda você a gerenciar todo o trabalho e todas as atividades que antecedem a distribuição, o acompanhamento e a otimização. Usufrua dos cinco novos recursos e integrações da Asana, desenvolvidos com o objetivo de oferecer à sua equipe uma solução completa para gerir todo o processo de marketing e criação.
  • Slack: participe e fique por dentro de todas as conversas relacionadas ao planejamento de marketing.

Mas a lista de tecnologias não para por aqui. Existem outras ferramentas avançadas que podem ajudar em cada etapa do seu planejamento de marketing, desde análises e relatórios a automatização de marketing e captação de leads. Os profissionais de marketing têm hoje quase 7.000 ferramentas à disposição, por isso é essencial escolher cuidadosamente a quantidade e os tipos de ferramentas ideais para o seu planejamento de marketing. Comece a pesquisar o que está disponível e divirta-se criando o seu conjunto tecnológico.

8. Avalie o desempenho

Considerando que cerca de 90% dos profissionais de marketing afirmaram que melhorar a sua habilidade de acompanhar e analisar os esforços de marketing é uma das principais prioridades, não é de surpreender que a qualidade dessa avaliação seja de importância fundamental. Você já definiu as métricas principais no passo dois, agora, no passo oito, chegou o momento de monitorá-las e relatar o seu progresso. Avalie periodicamente os seus esforços de marketing para encontrar áreas a melhorar e fazer uma otimização imediata. Há sempre lições a aprender quando se trata de análise de dados. Você pode descobrir tendências, detectar quais iniciativas tiveram um bom desempenho e quais não tiveram êxito, e aplicar esse conhecimento ao próximo planejamento de marketing para obter resultados melhores. Por exemplo, se você notar que um conteúdo longo gera 400% mais acessos às suas páginas do que um curto, deve concentrar os seus esforços para produzir mais conteúdos longos no seu próximo planejamento de marketing.

Exemplos de equipes de marketing renomadas

“Uma ótima execução é o grande diferencial.” - Margaret Molly, diretora de marketing da Siegel+Gale

As melhores marcas do mundo estão dando vida a seus planejamentos de marketing. Se você procura exemplos para a realização do seu próximo planejamento de marketing, confira estas histórias de sucesso de outras equipes de marketing.

A InVision domina as campanhas de marketing

A InVision, plataforma de desenvolvimento de produtos digitais, ajuda as equipes de empresas como Netflix, Amazon e IBM a criar experiências envolventes para os clientes. Sua equipe conseguiu aumentar de 40 para 200 o número de campanhas por trimestre ao criar fluxos de trabalho para campanhas replicáveis. A equipe tem agora uma visualização central de cada planejamento de campanha e da situação de cada trabalho específico. Leia o estudo de caso da InVision ou assista ao webinário para saber mais sobre a história de sucesso dessa empresa.

A Sophos oferece suporte para mais de 1.000 eventos anuais

A Sophos é uma empresa de cibersegurança corporativa que mantém seguras as redes de mais de 100.000 empresas ao redor do planeta por meio de soluções de segurança, criptografia e pontos terminais (endpoint). Todos os anos, a equipe de marketing corporativo estabelece parcerias com grupos de marketing em campo para realizar 12 conferências com parceiros, 10 participações em feiras de negócios globais, mais de 150 eventos regionais, e mais de 500 webinários sobre geração de demanda, além de centenas de eventos internos. A equipe da Sophos padronizou seus fluxos de trabalho com o objetivo de executar a estratégia de eventos mais rapidamente. Como resultado, a empresa conseguiu concluir 6.400 pedidos de eventos relacionados ao design e à internet em 2018, um aumento de 50% na capacidade da equipe que cresceu apenas 5% durante o período. Leia o estudo de caso da Sophos para descobrir como essa empresa melhorou os seus processos, alinhamento e eventos.

O Redshift, da Autodesk, aumenta a sua produção de conteúdo em 30% ano após ano

A Autodesk desenvolve softwares que ajudam as pessoas a imaginar, elaborar e tornar o mundo um lugar melhor. A equipe da Autodesk lançou o Redshift, site pioneiro de mídia própria, e ampliou a produção de conteúdo para sete novos idiomas. Padronizar o fluxo de trabalho para a produção de conteúdo e centralizar todas as conversas relacionadas ao conteúdo em um único lugar possibilitou à equipe editorial duplicar a publicação de conteúdo mensal. Leia o estudo de caso do Redshift, criado pela Autodesk, para saber como essa empresa administra uma máquina de conteúdo muito eficiente.

A Sony Music quadruplica a sua capacidade de produção criativa

As equipes de marketing e produção criativa na Legacy Recordings, divisão de catálogos da Sony Music, são responsáveis por promover mais de 100 anos de música. Com toda a produção criativa e aprovações centralizadas num único projeto vinculado ao calendário de campanhas da equipe, as necessidades de criação e os prazos para conclusão se tornam claros. A padronização dos processos permitiu à equipe reduzir o tempo de produção de campanha em 85%. Leia o estudo de caso da Sony Music para descobrir como essa empresa dimensionou o seu processo de produção criativa.

Comece com modelos de marketing

Precisa de um modelo de planejamento de marketing? Quando você estiver pronto para operacionalizar o seu planejamento de marketing, comece com um de nossos modelos de marketing, que ajudam a gerenciar e acompanhar todos os aspectos do seu planejamento de marketing, desde os pedidos de criação aos fluxos de trabalho de aprovação. Centralize todo o seu planejamento de marketing, personalize o roteiro, atribua tarefas e elabore um cronograma. Depois de usar um de nossos modelos para operacionalizar todo o seu planejamento de marketing, compartilhe-o com os demais participantes. A equipe toda se sentirá engajada com o planejamento de marketing, saberá o que priorizar e entenderá como o seu trabalho contribui para o objetivo maior. Escolha o melhor modelo de marketing para a sua equipe:

  1. Planejamento de projeto de marketing
  2. Planejamento de campanhas de marketing
  3. Lançamento de campanha de marketing de produto
  4. Calendário editorial
  5. Colaboração de agências
  6. Solicitações de criação
  7. Planejamento de eventos

Prepare-se para ter sucesso

Um ótimo planejamento de marketing fortalece o alinhamento da equipe, melhora a organização e mantém todas as suas atividades de marketing em dia. Agora que vimos como elaborar um planejamento de marketing, esperamos que você se sinta mais preparado para ter sucesso. Com nossos modelos gratuitos e os oito passos que abordamos acima, você está mais perto de criar o seu melhor planejamento de marketing.

Gerencie todos os seus planejamentos de marketing na Asana