Gestão de lançamentos: cinco etapas de um processo bem-sucedido

Retrato de contribuidores da equipe AsanaTeam Asana16 de junho de 20227 minutos de leitura
facebooktwitterlinkedin
Imagem do banner do artigo sobre Processo de gestão de lançamentos
Teste já a Asana

Se você já passou pela experiência de lançar um software, sabe como as coisas podem se tornar complicadas. Da gestão dos cronogramas do projeto ao monitoramento dos prazos e do escopo, trata-se um volume de trabalho grande demais para uma pessoa só. Esta é a razão para fazer uso da gestão de lançamentos. Implementar o processo mais adequado a cada situação permite administrar até as tarefas mais complicadas.

A gestão de lançamentos é uma técnica usada para administrar, planejar e controlar as atualizações de um software, promovendo a melhoria da qualidade, da rapidez e da eficiência.

Vamos abordar o processo de gestão de lançamentos com maiores detalhes e fornecer uma lista de verificação para que você inicie o seu próprio planejamento de lançamentos com a confiança necessária. 

O que é a gestão de lançamentos?

A gestão de lançamentos é uma técnica usada para administrar, planejar e controlar uma atualização de software ao longo dos diversos estágios. O seu propósito é melhorar a qualidade, a rapidez e a eficiência da entrega do software. Isso assegura que a equipe está preparada com a informação correta e no momento certo, aumentando a probabilidade de êxito do lançamento.

O que é a gestão de lançamentos?

O ciclo de vida da gestão de lançamentos consiste de cinco etapas, que incluem o planejamento, o desenvolvimento, os testes, a preparação e a implementação de uma atualização de software. Cada estágio é importante para a organização e a execução adequadas de um lançamento bem-sucedido.

1. Planejamento dos lançamentos

A primeira etapa para o lançamento de um software é iniciar o planejamento com os principais interessados da sua equipe de desenvolvimento. Embora seja possível executar esta etapa de diversas maneiras, a realização de uma reunião inicial, a elaboração de um caso de negócios e a criação de uma estrutura analítica do trabalho para identificar as dependências do projeto são as iniciativas mais comuns.

Ciclo do processo de gestão de lançamentos

Cada uma destas tarefas ajuda o gestor de lançamentos a executar o ciclo de vida do desenvolvimento de sistemas. Durante a fase de planejamento, é preciso também manter contato frequente com as equipes de operações e liderança para que aprovem a versão do software e a preparem para o desenvolvimento.

A seguir, apresentamos uma lista para o planejamento da gestão de lançamentos que pode ser usada no início deste processo:

  1. Entrar em contato com os principais interessados: crie um relatório resumido do projeto e o envie com antecedência para os participantes revisarem antes da reunião inicial.

  2. Realizar uma reunião inicial do projeto: delineie os principais detalhes sobre o projeto, incluindo o objetivo e as métricas de sucesso. 

  3. Elaborar um caso de negócio: explique o valor do projeto e o seu impacto na organização, assim como os benefícios de longo prazo. 

  4. Criar uma estrutura analítica do trabalho: visualize o projeto, dividindo as dependências em pequenas tarefas que sejam fáceis de entender. 

  5. Enviar o software para aprovação: obtenha a aprovação dos principais interessados e realize as mudanças necessárias do projeto antes que a equipe comece a trabalhar nele. 

  6. Planejar a programação do lançamento: mapeie, atribua e acompanhe as tarefas do projeto para assegurar o progresso do lançamento do software. 

Quando a lista tiver sido concluída, é hora de iniciar o próximo estágio: o desenvolvimento do software. 

2. Construção do lançamento

A segunda etapa de um processo de lançamento é a mais intensa em termos de uso do tempo, pois é quando os membros da equipe realmente começam o desenvolvimento do software. Neste estágio, as tarefas devem ser atribuídas aos principais interessados, e as informações do projeto já devem ser do conhecimento deles. 

Quando as informações se tornarem claras, os membros da equipe podem começar o desenvolvimento do software ao mesmo tempo em que testam e aprimoram os recursos necessários. É interessante iniciar o monitoramento dos riscos potenciais ou dos bugs dentro do ambiente de produção, de modo a se preparar para a fase de testes. 

A seguir, apresentamos uma lista para a construção da gestão de lançamentos que pode ser usada no início deste processo:

  1. Atribuir tarefas aos principais interessados

  2. Executar as dependências do projeto

  3. Documentar os riscos de software com um registro de riscos

  4. Usar o trabalho em equipe para solucionar problemas

  5. Implementar os novos recursos dentro do ambiente de produção

  6. Automatizar os testes iniciais.

Embora o trabalho de equipe e os testes sejam necessários durante o desenvolvimento do software, os testes reais se iniciarão durante a próxima fase. 

Automatize o trabalho com a Asana

3. Testes do lançamento

A fase de testes, talvez até mais importante do que o desenvolvimento do software, vai assegurar que o software esteja rodando da maneira adequada e esteja pronto para o lançamento. 

É útil que os membros da equipe ajudem a identificar e solucionar os bugs que surjam, assim como é importante iniciar os testes com usuários nesta etapa. Embora dependam da complexidade do lançamento do software, os testes com usuários são uma oportunidade para os clientes o testarem, normalmente recebendo alguma recompensa em troca. 

Você pode também realizar testes de regressão, que envolvem uma nova verificação de funcionalidades já aprovadas, com o objetivo de verificar se continuam funcionando corretamente. 

A seguir, apresentamos uma lista de testes da gestão de lançamentos que pode ser usada no início deste processo:

  1. Iniciar os testes de aceitação com os usuários finais

  2. Solucionar ou atenuar riscos de software

  3. Identificar bugs de software

  4. Realizar testes de regressão.

No setor de software, os testes compõem grande parte do planejamento dos lançamentos, e podem levar muito tempo no caso de ser necessário realizar muitas mudanças. 

4. Preparação para o lançamento

No estágio de preparação para um lançamento de software, a equipe deverá finalizar a realização das alterações necessárias e a otimização das funcionalidades dentro do ambiente de pré-produção. Isto assegura que todos os componentes do software funcionem adequadamente e estejam prontos para o lançamento. 

É interessante realizar uma ou mais verificações de garantia de qualidade para assegurar que todas as funcionalidades estão funcionando do modo adequado. Esses procedimentos podem ser realizados por você e pela sua equipe, mas costuma ser útil recrutar a ajuda de pessoas que não estejam envolvidas no processo, pois verão o software sob uma nova perspectiva.

A seguir, apresentamos uma lista para a fase de preparação da gestão de lançamentos, que pode ser usada no início deste processo:

  1. Reproduzir cada cenário do software

  2. Otimizar as integrações de software

  3. Solucionar os bugs do software

  4. Avaliação de qualidade final.

Quando o software passar pela revisão final e for aprovado, é possível iniciar a sua implementação em um ambiente de produção. 

5. Implementação dos lançamentos

O estágio final de um lançamento de software envolve o uso da gestão de implementação. Este é o processo usado para executar a ideia inicial do software e envolve a transferência da funcionalidade para um ambiente real. 

Antes de realizar o lançamento do software, são necessários mais testes para assegurar que as funcionalidades se mantêm no ambiente real. Concluídos esses testes, é recomendável avaliar as integrações continuamente e realizar as alterações necessárias para aprimorar a funcionalidade. 

A seguir, apresentamos uma lista para a fase de implementação da gestão de lançamentos, que pode ser usada no início deste processo:

  1. Implementar em um ambiente real

  2. Testar em um ambiente real

  3. Analisar os indicadores-chave de desempenho

  4. Empregar integrações contínuas.

Também é interessante encerrar as tarefas do projeto quando o mesmo for lançado e após a realização de quaisquer mudanças nas integrações. 

Gestão de lançamentos vs. gestão de mudanças

A gestão de lançamentos e a gestão de mudanças compartilham algumas semelhanças, mas também diferem em aspectos importantes. A gestão de lançamentos é o processo de implementação de um produto de software, enquanto que a gestão de mudanças é o processo de coordenação das mudanças de projeto ou do negócio com o uso de um processo de controle de mudanças

A seguir, apresentamos outras diferenças importantes:

  • A gestão de lançamentos se concentra na configuração, no planejamento, no lançamento e nos testes de um projeto. 

  • A gestão de mudanças se concentra na avaliação, na autorização, na solicitação e na revisão das alterações dos projetos. 

Portanto, a gestão de lançamentos se concentra primariamente nas tarefas em torno do planejamento e do agendamento dos projetos, enquanto a gestão de mudanças se concentra na coordenação das mudanças durante a execução de um projeto. 

Agora que você entende o que é a gestão de lançamentos e como ela difere da gestão de mudanças, vamos descobrir qual das metodologias é a mais adequada para você.

Leia: O que é a gestão de mudanças? 6 etapas para criar um processo de gestão de mudanças bem-sucedido

Metodologias para a gestão de lançamentos

O seu lançamento de software deve seguir as cinco etapas descritas acima, independente do método usado. No entanto, existem algumas maneiras diferentes de executar o lançamento, que incluem o desenvolvimento Agile e o desenvolvimento em cascata.

Metodologias para a gestão de lançamentos

Apesar das diferenças, ambas oferecem um resultado semelhante. O método usado depende da complexidade do próprio software e do tamanho da sua equipe. Vamos explorar os recursos de cada método. 

Desenvolvimento Agile

O desenvolvimento Agile (ou ágil) é um método de gestão de projetos que envolve o planejamento para lançamentos de software em pequenos incrementos. Esses incrementos são geralmente chamados de sprints ou iterações. As características básicas da gestão Agile são:

  • Criação de um roteiro

  • Priorização do backlog do produto

  • Definição de metas lógicas

  • Divisão das tarefas em sprints menores.

O desenvolvimento Agile ajuda as equipes a executar com maior facilidade projetos complexos, como os lançamentos de software. Esse método é mais adequado para as equipes que precisam dividir as tarefas em metas menores, o que é comum nas equipes pequenas que lidam com grandes projetos. 

Desenvolvimento em cascata

Embora o desenvolvimento em cascata seja semelhante ao Agile, no sentido em que as tarefas são subdivididas, ele é organizado em um caminho linear. Isso significa que cada tarefa é ligada a uma dependência e que cada tarefa só pode ser iniciada após a conclusão da dependência anterior. Outras características do desenvolvimento em cascata incluem:

  • A coleta dos requisitos

  • O planejamento e a programação dos marcos

  • A implementação do planejamento

  • As verificações e os testes

  • A manutenção e o aprimoramento do planejamento.

O desenvolvimento em cascata é mais adequado para projetos grandes e tende a ser mais detalhado, embora qualquer um dos métodos deva resultar em lançamentos de software bem-sucedidos, desde que a implementação tenha sido realizada corretamente. Essa metodologia normalmente é usada por equipes grandes que têm os recursos necessários, mas necessitam de um método organizado de execução. 

A metodologia mais adequada para a sua equipe depende do tamanho desta e do estilo organizacional de preferência. Se estiver em dúvida, experimente ambas para descobrir qual se ajusta melhor às necessidades da equipe. 

Ferramentas para a gestão de lançamentos

A gestão de lançamentos é importante por diversas razões, principalmente porque ela ajuda a administrar as fases individuais dos lançamentos de software, tornando o processo mais administrável na maior parte dos casos. Por esta razão é tão importante contar com o software de gestão do trabalho mais adequado. 

As ferramentas de gestão do trabalho contam com recursos úteis que incluem desde a organização das tarefas até a automatização e o monitoramento dos relatórios de bugs. Os recursos mais adequados para vocês dependem das suas necessidades tecnológicas específicas.

A ferramenta correta pode ajudar a equipe a:

  • Melhorar a visibilidade

  • Criar uma estrutura analítica do trabalho

  • Tornar as expectativas claras

  • Arquivar e monitorar os relatórios de bugs

  • Priorizar as mudanças do projeto

  • Agilizar e simplificar a comunicação

  • Cumprir os prazos.

Todas essas características ajudam a realizar lançamentos de software bem-sucedidos e também melhoraram a dinâmica geral da equipe. 

Leia: O segredo para dinâmicas de grupo excelentes

Use a gestão de lançamentos para os próximos lançamentos

A gestão de lançamentos é um excelente processo para desenvolvedores de software e equipes de desenvolvimento e operações (DevOps) usarem durante o lançamento de um novo produto de software. Ela ajuda a detectar erros dos novos lançamentos em tempo real, assim como pode assegurar que a infraestrutura de TI esteja pronta para lidar com todas as atualizações que surgirem. 

Melhore ainda mais as suas operações de TI com os nossos modelos de projetos de TI. 

Modelos gratuitos para as equipes de TI

Recursos relacionados

Webinário

Digital Transformation for IT Leaders: Boost agility by revolutionising work